Entrámos no último ano do mandato conquistado pelo voto popular nas eleições autárquicas de Setembro de 2013. Foram três anos de trabalho intenso em todas as frentes, no decurso dos quais os eleitos da CDU na Junta de Freguesia se empenharam em restituir à população da Freguesia uma Junta capaz de melhorar o espaço público e o ambiente, preservar o património e patrocinar a cultura e o desporto, apoiando para tal o Movimento Associativo.

A CDU trabalhou para construir uma imagem pública de um órgão autárquico que honra os compromissos com a população e assume a obrigação de a servir e de a prestigiar, com proximidade, honestidade, competência e isenção.

Estamos em crer que atingimos esses objetivos e continuaremos este caminho até final do mandato que os eleitores de Loures nos confiaram.

Ler boletim »

Share/Save/Bookmark
 

 

O que ganha o Infantado?

Ao longo de vários anos o Infantado assistiu, conviveu e desespera com a degradação do espaço público na zona das antigas piscinas.

Tornou-se num caso sério de saúde pública, que tem tardado pela sua resolução, com águas estagnadas, lixo, animais rastejantes e outros que ali proliferam.

Com a negociação que agora chega ao fim entre a CML e uma empresa privada, vai ser possível a recuperação daquele espaço público e de toda a sua envolvência a muito breve prazo:

• Por permuta de terrenos entre a CML e a empresa privada a população do Infantado passará a contar com uma nova zona verde, que se irá prolongar até ao Parque do Circuito de Manutenção da zona verde da Rua Pedro Álvares Cabral.

• Um parque de estacionamento com capacidade para cerca de 50 viaturas, aberto a toda a população e em simultâneo em apoio à área comercial que ali irá ser implantada,

• Um parque infantil a recuperar e melhorado, em que a empresa acolheu as propostas de melhoramento apresentadas pela Junta de Freguesia.

Resolve-se assim da melhor forma um processo iniciado no mandato anterior, em que a Câmara e a Junta PS, Carlos Teixeira e João Nunes respectivamente, não conseguiram colocar em primeiro plano a necessidade de melhorar o Infantado, por forma a garantir melhores condições de vida aos seus moradores.

Mais uma vez se demonstra que o Empenho, a Honestidade e a Competência, tendo sempre como foco central os interesse dos cidadãos e a valorização do espaço público, permitem chegar aos melhores resultados.

Pelo caminho ficam a incompetência e a falta de ética política em que, afirmações opostas à realidade dos factos, apenas desvalorizam os seus autores.

Ler comunicado com croqui da intervenção prevista »

Share/Save/Bookmark
 

Os transportes públicos que servem a Freguesia de Loures são caros, sem condições e os seus percursos e horários não servem a população, estando vocacionados no seu essencial para o transporte de e para Lisboa, não possibilitando, por exemplo a ligação directa entre Loures e aqui a vizinha Freguesia de Santo António dos Cavaleiros.

O atendimento da Segurança Social na nossa Freguesia agravou-se após o encerramento das instalações de Sacavém por ordem deste Governo PSD/CDS, tornando ainda mais insuportável a vida de quem tem de se deslocar ali, originando enormes filas de espera na rua, “ao abrigo do Bom ou Mau tempo”.

Melhor panorama também não existe nas filas do Centro de Emprego de Loures, onde aos seus utentes se vieram juntar os utentes de Moscavide/Sacavém, que viram o atendimento na delegação de Moscavide reduzida aos mínimos, preparando-se talvez já para o seu encerramento, mais uma vez, por ordem deste famigerado do Governo PSD/CDS.

Share/Save/Bookmark

Continuar...

 

Em comunicado distribuido à população da freguesia de Loures,  a CDU informa sobre a situação financeira e de gestão em que os seus eleitos encontraram a Junta de Freguesia de Loures após terem tomado posse na sequência da vitória da CDU nas eleições autárquicas de setembro de 2013.

Os eleitos da CDU encontraram uma Junta de Freguesia onde entre outras coisas foram deitadas à rua receitas superiores a 250 mil €, consequência do abandono da cobrança das taxas da publicidade e da ocupação da via pública e do programa  de apoio a desempregados, depois de igualmente ter sido devolvida à Câmara Municipal a gestão do cemitério, onde a resolução dos problemas foi deixada de lado, em função da prioridade dada a uma candidatura eleitoral.

Ler comunicado na íntegra »

Share/Save/Bookmark
 

A Junta de Freguesia de Loures, liderada pela CDU e o Stal assinaram o ACEEP (Acordo Coletivo de Emprego em Entidades Públicas ), em que se regula o trabalho no máximo de 35 horas semanais.

Os eleitos da CDU recusam o aumento do horário de trabalho para as 40 horas semanais, pretendido pelo governo PSD/CDS-PP no quadro da sua reforma do estado, que mais não é que um ataque ao direitos dos trabalhadores e aos seus salários.

Este é o primeiro passo, tendo em vista a manutenção das 35 horas semanais de trabalho para os trabalhadores da Junta de Freguesia de Loures, já que, depois de assinados o acordo necessita ainda da homologação da respetiva Secretaria de Estado da Administração.

Share/Save/Bookmark
 
Mais artigos...

SIGA-NOS NO FACEBOOK

No images

SAIU O AVANTE

No images

FESTA DO AVANTE

No images

ADERE AO PCP

No images

NEWSLETTER



Receber em HTML?

PROCURAR NA PÁGINA