A CDU esteve na passada sexta-feira, 11 de Setembro numa ação de campanha no centro de Loures. Estiveram presentes os candidatos da CDU Cristina Torres, Beatriz Goulart, Cláudia Madeira e Fernando Correia. Durante o contacto com a população foi distribuído o jornal com os candidatos da CDU pelo distrito de Lisboa.

Mais uma vez foi colocada a questão da falta de emprego e dos baixos salários, que não permitem que as famílias portuguesas vivam condignamente. Uma grande parte das famílias portuguesas vive sob uma grande pressão económica, fazendo com que se endividem.

No meio das muitas recomendações ouvimos diversas vezes a frase: “É preciso mais força para mudar!” É este o apelo que a CDU faz a toda a todo o país, é necessário dar mais força à CDU para melhorarmos as condições do nosso país!

Share/Save/Bookmark
 

Nesta ação de contactos da CDU, onde estiveram presentes candidatos da CDU à Assembleia da República e eleitos da CDU, foram, mais uma vez, abordados problemas a nível nacional. Desta feita, a maior preocupação demonstrada pela população contactada em S.A.C. foi o desemprego, principalmente o desemprego jovem. Esta freguesia tem um grande número de população jovem que luta por uma vida melhor, na qual se inclui a procura de emprego. Infelizmente, muitos destes jovens viram-se forçados a emigrar, em busca de um futuro que lhes proporcione melhores condições de vida.

Uma das medidas propostas pela CDU é precisamente o aumento dos postos de trabalho através do incentivo á produção nacional, valorizando assim os grandes recursos naturais do nosso país. É necessário reativar a nossa industria, que tem vindo a ser destruída ao longo dos últimos anos, gerando um elevado número de desemprego!

Os jovens, e toda a população, podem sempre contar com o apoio da CDU!

Share/Save/Bookmark
 

Cristina Torres e Beatriz Goulart, candidatas CDU à Assembleia da República acompanhadas por Bernardino Soares, Presidente da Câmara Municipal de Loures, outros eleitos, militantes e activistas da CDU no Concelho de Loures,  participaram ontem, dia 9 de Setembro, numa acção de contactos pelas ruas da Bobadela. Das muitas preocupações relatadas pela população, ressaltaram duas com maior relevância, o encerramento do Centro de Saúde e a falta de poder de compra. Como sabemos, este problema económico afeta toda a população, por um lado, os comerciantes vêem as suas vendas a diminuir, por outro, os clientes perdem poder de compra. É um ciclo de estagnação económica que é urgente travar!

Nas muitas conversas que tivemos com a população ouvimos críticas e elogios, estes com maior peso. O apoio à CDU foi bem sentido em frases como:

“É preciso acordar esta gente que está um bocadinho adormecida!”

“Vai um, fica outro e fica tudo na mesma” (em relação à alternância PS-PSD/CDS)

E ainda… “Eu já mudei de cor!”

Share/Save/Bookmark
 

 

Share/Save/Bookmark
 

Numa ação de contacto bastante dinâmica, a CDU foi muito bem acolhida por pensionistas e reformados que sabem que sempre puderam e sempre poderão contar com esta força política para defender os seus direitos. Esta população faz parte de uma faixa etária bastante frágil e fragilizada com as medidas de austeridade que têm vindo a ser praticadas ao longo dos últimos anos de políticas de direita.

A CDU cá está para os defender, agora e sempre!"

Share/Save/Bookmark
 

O Grupo Parlamentar do PCP na Assembleia da República exige respostas do Governo relativamente ao anúncio de deslocalização da Triumph International (localizada em Sacavém, concelho de Loures), que labora no nosso país há mais de 50 anos. A subsidiária nacional obteve um volume de negócios de 21.407.328€ em 2013, sendo que no ano de 2014 contava com 570 trabalhadores ao seu serviço e um Valor Acrescentado Bruto de 12.804.384€. Segundo a informação obtida junto dos representantes dos trabalhadores, Triunfo Internacional verá a sua produção deslocalizada para o Chile, Vietname e India, sendo a deslocalização motivada pelo desejo de baixar os custos de produção, designadamente no que toca à despesa com salários e proteção social. 

Ler Pergunta ao Governo em PDF

Ler Pergunta no Parlamento Europeu em PDF

 

 

Share/Save/Bookmark
 

Prestando contas do seu trabalho, os deputados comunistas eleitos pelo Círculo Eleitoral de Lisboa editaram um documento onde fazem um balanço da actividade realizada em defesa dos interesses dos trabalhadores e da população, salientando os seus aspetos mais relevantes, dando uma perspetiva da dimensão e da sua diversificada intervenção, demonstrativa da profunda ligação à vida e à realidade concreta do Distrito.

Ler Documento em PDF

Share/Save/Bookmark
 

a apresentação dos candidatos pelo Círculo Eleitoral de Lisboa, realizada ontem no Jardim de São Pedro de Âlcantara em Lisboa, Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral do PCP, lembrou que "A lista da CDU que acaba de ser apresentada é uma lista que fala por si. Uma lista de gente séria, gente de trabalho, que aqui vive e luta em defesa dos trabalhadores e das populações. A candidatura da CDU – a força que tem soluções e que acredita, de facto, na possibilidade de um Portugal com futuro. Uma candidatura que se orgulha de fazer o que diz, cumprir o que promete e que tem como seu património reconhecido um percurso de verdade, honestidade, trabalho e competência".

Ler aqui excertos da Intervenção

Share/Save/Bookmark
 

Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral, afirmou na sessão de Apresentação do Programa Eleitoral do PCP que este é um "Programa que confirma e demonstra que há solução para os problemas nacionais, que há uma outra política, patriótica e de esquerda, capaz de assegurar o desenvolvimento do País, o progresso social, a elevação das condições de vida dos trabalhadores e do povo, a afirmação de Portugal enquanto nação soberana e independente.

Ver aqui o Programa Eleitoral

Share/Save/Bookmark
 

 

O Governo anunciou recentemente a conclusão do processo de privatização do Grupo EGF, responsável pela gestão da grande maioria dos resíduos sólidos urbanos produzidos no país.

A Valorsul, empresa pública do grupo EGF, sedeada em São João da Talha, procede ao tratamento dos resíduos sólidos urbanos produzidos no concelho, servindo ainda mais 18 municípios, incluindo Lisboa.

Os trabalhadores da Valorsul e a Câmara Municipal de Loures desenvolveram inúmeras diligências, a que se associaram os restantes municípios, visando chamar o governo à razão e provando que o interesse público impunha a anulação do processo de privatização.

A Valorsul detém uma elevada competência tecnológica, com experiência de muitos anos a tratar de forma ambientalmente segura os resíduos de 1,6 milhões de habitantes, gerindo um sistema integrado que promove a valorização e a reciclagem dos lixos.

A Valorsul é também uma empresa pública que desde a sua criação apresenta anualmente lucros.

Share/Save/Bookmark

Continuar...

 

FACEBOOK

SAIU O AVANTE

Todos contamos por Loures

mupi-todos-contamos-para-loures-marco2017.jpg

CDU a diferença que se vê!

mupi-adiferencaqueseve-dividasnet-mini.jpg
mupi-adiferencaqueseve-investimento-rede-viaria-net-mini.jpg
mupi-adiferencaqueseve-investimento-escolas-net-mini.jpg

ADERE AO PCP

adere_orl_pcp_2014.jpg

NEWSLETTER



Receber em HTML?

PROCURAR NA PÁGINA