PS, PSD e CDS-PP acordaram com a “Troika” (FMI, UE, BCE) a redução do número de freguesias no País.
 
O atual governo “fechado num gabinete”, sem ouvir as populações e seus eleitos, sem a mínima preocupação com interesses das populações, inventou critérios cujo propósito é o de chegar ao resultado de extinguir centenas de freguesias, independentemente das consequências que tal iniciativa tenha para as respetivas populações.

Os “critérios” utilizados pelo Governo a serem aprovados teriam um impacto significativo no concelho de Loures.

Isto não faz sentido. E porquê?
 
Porque a “poupança” é quase zero, podendo mesmo em muitos casos aumentar as despesas.

Share/Save/Bookmark

Continuar...

 

Na passada segunda-feira, 30 de Janeiro, Bernardino Soares, líder parlamentar do PCP e eleito da CDU na Assembleia Municipal de Loures, esteve no Hospital de São José, em Lisboa para denunciar e alertar para as condições de atendimento do serviço de urgências daquele hospital na sequência da decisão do Governo PSD/CDS-PP de fechar as Urgências do Hospital Curry Cabral e enviar os utentes para o Hospital de São José.

 

Em conferência de imprensa, Bernardino Soares repudiou a decisão do governo e advertiu para a sobrelotação e difíceis condições de acesso para os utentes do Hospital de São José.

 

O PCP e a CDU exigem o reencaminhamento dos utentes – cerca de 100 mil – das freguesias de Santa Iria de Azóia, São João da Talha, Bobadela, Sacavém, Portela, Prior Velho e Moscavide para o novo Hospital de Loures ou a reabertura das urgências do Hospital Curry Cabral.

 

Nesta acção participaram também dirigentes do PCP nos Concelhos de Loures e Lisboa, e eleitos da CDU no Concelho de Loures, entre eles, Maria Eugénia Coelho, vereadora da CDU na Câmara Municipal de Loures e Ernesto Costa, Presidente da Junta de Freguesia de Santa Iria de Azóia.

 

Share/Save/Bookmark
 

O deputado Bernardino Soares, líder parlamentar do PCP e eleito da CDU na Assembleia Municipal de Loures, questionou o Ministério da Saúde sobre a possibilidade das populações das freguesias da zona Oriental do Concelho de Loures (Santa Iria de Azóia, São João da Talha, Bobadela, Sacavém, Moscavide, Portela e Prior Velho) virem a ser atendidas no novo Hospital de Loures à semelhança da restante população do Concelho.

Esta reivindicação tem sido apresentada por todos os autarcas do Concelho e pelas populações em causa.

Até agora o Ministério da Saúde não deu qualquer resposta a estas reivindicações criando uma situação de grande dificuldade de acesso aos cuidados de saúde, com o encerramento das urgências do Hospital Curry Cabral e o consequente atendimento dos utentes no Hospital de São José, acrescida aliás do facto de a taxa moderadora da urgência do Hospital de São José ter um valor superior.

Ver pergunta »» 

Share/Save/Bookmark
 

Em comunicado aos trabalhadores da empresa Mirandela – Artes Gráficas, o sector de empresas de Loures do PCP, informa sobre as questões colocadas pelo Grupo Parlamentar do Partido Comunista Português ao Ministério da Economia e do Emprego sobre o desrespeito e violação dos direitos dos trabalhadores na empresa

Ler comunicado

Share/Save/Bookmark
 

Amanhã, 19 de Janeiro, entra em funcionamento, ainda que parcial, o denominado Hospital de Loures.

Este equipamento, sonhado durante décadas pela população do concelho, foi conquistado num duro combate onde participaram milhares de mulheres e homens de todos os quadrantes políticos e ideológicos, com ou sem partido, mas onde o PCP sempre marcou lugar.

Com espanto, e indignação, os habitantes de 7 freguesias da zona oriental do concelho de Loures (St.ª Iria da Azóia, S. João da Talha, Bobadela, Sacavém, Portela, Prior Velho e Moscavide num total de mais de 96 000 utentes) constatam que não serão atendidos no novo Hospital.

Estas populações estão já a ser enviadas, para efeitos de urgência hospitalar, para o velho e pessimamente localizado Hospital de S. José.

Share/Save/Bookmark

Continuar...

 
Mais artigos...

SIGA-NOS NO FACEBOOK

SAIU O AVANTE

FESTA DO AVANTE

festadoavante-cartaz2018.jpg

ADERE AO PCP

adere_orl_pcp_2014.jpg

NEWSLETTER



Receber em HTML?

PROCURAR NA PÁGINA