Como é do conhecimento público, a empresa Triumph anunciou aos trabalhadores que irá deslocalizar a sua produção, encerrando a sua fábrica em Portugal. Segundo informação transmitida, a motivação da empresa é o desejo de baixar os custos de produção, designadamente no que toca a salários e protecção social.

Estão em risco cerca de 550 postos de trabalho directos. além do despedimento de centenas de trabalhadores, a deslocalização desta empresa corresponderá a mais um passo na destruição do aparelho produtivo nacional.

É necessário impedir a deslocalização da Triumph Internacional, salvaguardar todos os postos de trabalho e o cumprimento dos direitos dos trabalhadores.

A Comissão_ Concelhia de Loures do PCP anuncia a realização de um acto público de solidariedade no próximo dia 15 de Dezembro (3ªf) às 16.30h em frente às instalações da fábrica em Sacavém.

Share/Save/Bookmark
 

O Grupo Parlamentar do PCP, apresentou na Assembleia da República, no passado dia 10 de Dezembro, o Projecto de Resolução nº44/XIII/1ª, Contra a deslocalização da Triumph Internacional, pela salvaguarda de todos os postos de trabalho e o cumprimento dos direitos dos trabalhadores.

Na Proposta de Resolução, o Grupo Parlamentar do PCP reafirma a importância de o atual Governo desencadear todos os instrumentos ao seu alcance para impedir a deslocalização da empresa e para salvaguardar todos os postos de trabalho e o cumprimento dos direitos dos trabalhadores.

Ler Proposta de Resolução (PDF)

Share/Save/Bookmark
 

Está em distribuição o Construir nº82, Boletim informativo da Célula do PCP no Município de Loures.

No número de Novembro de 2015 os destaques são os dois anos de mandato da CDU ma gestão do Município, a derrota do governo PSD/CDS e as propostas já apresentadas pelo PCP na Assembleia da República, como a reposição das 35 horas de trabalho na Administração Pública, a reposição dos complementos de reforma, a revogação da alteração à lei da Interrupção Voluntária da Gravidez e a reposição dos 4 feriados nacionais.

Ler Boletim (pdf) »

Share/Save/Bookmark
 

Numa sessão pública em Santa Iria da Azóia, Edgar Silva, fez uma contundente intervenção em defesa da Constituição, como base essencial do projeto de um Portugal de Abril. Perante as cerca de três centenas de participantes na sessão que encheram o salão do Atlético de Via Rara, o candidato destacou o papel negativo de Cavaco Silva como parte integrante do ataque aos valores de Abril e à Constituição.

Na sessão intervieram também Bernardino Soares, Presidente da Câmara Municipal de Loures e Gonçalo Caroço, mandatário concelhio da candidatura.

 

Gonçalo Caroço, 40 anos, trabalhador da VALORSUL é atualmente Chefe de Gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Loures. Licenciado em Bioquímica, foi vereador na Câmara Municipal de Loures e é Eleito na Assembleia de Freguesia de Santo António dos Cavaleiros e Presidente do concelho fiscal da Associação de Moradores de Santo António dos cavaleiros (AMSAC) e do Sport Clube Frielas.

Share/Save/Bookmark
 

A Câmara Municipal de Loures aprovou ontem, 14 de Outubro, uma moção apresentada pelos eleitos da CDU contra a decisão do Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social, encerrar o Centro de Emprego de Moscavide, cujas instalações funcionam em Sacavém.

A Câmara Municipal de deliberou repudiar a decisão do Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social de encerramento do Centro de Emprego de Moscavide e exigir aos próximos Responsáveis Governativos a reversão desta decisão agora tomada, e a reposição deste Serviço Público.

A zona oriental do concelho tem uma população de cerca de 130 mil pessoas, das quais 5 mil estão inscritas neste Centro de Emprego. A partir de dia 16 de Outubro terão de se deslocar a Loures para tratar de assuntos essenciais para a sua vida. Para quem está numa situação de dificuldade e fragilidade, nomeadamente financeira, com uma população já muito fustigada pela crise e por consecutivas políticas de empobrecimento e tendo em conta as grandes deficiências no sistema de transportes públicos do nosso concelho, sendo dispendioso e com poucos circuitos de carreiras, ainda mais complicado se torna.

O PCP e a CDU já tinham alertado para esta intenção e desde logo encetou um processo de luta e de denúncia pública das reais intenções que o governo pretendia levar a cabo. O PCP e a CDU apelam aos utentes do Centro de Emprego e às populações da zona Oriental do concelho de Loures, que não se resignem e continuem a luta contra a destruição dos serviços públicos.

Ler Moção »

Share/Save/Bookmark
 
Mais artigos...

SIGA-NOS NO FACEBOOK

SAIU O AVANTE

FESTA DO AVANTE

festadoavante-cartaz2018.jpg

ADERE AO PCP

adere_orl_pcp_2014.jpg

NEWSLETTER



Receber em HTML?

PROCURAR NA PÁGINA