inicio
 
       



PS decreta taxa máxima do IMI para 2011
CDU propõe alternativa
Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010
 
A Câmara Municipal de Loures, aprovou, com os votos da maioria PS, as taxas máximas permitidas por lei para o IMI - Imposto Municipal sobre Imóveis, a aplicar em 2011.

Esta decisão é ainda mais chocante por ocorrer num contexto em que é previsível, nas palavras do executivo municipal, uma subida da receita do IMI de 2010 em relação ao ano anterior.

Mais uma vez, a maioria PS revelou uma grande insensibilidade social face à gravíssima situação económica e social das famílias, confrontadas com cortes salariais, desemprego, aumento de impostos e com dificuldades em cumprir com os seus compromissos financeiros.

A maioria que governa a Câmara Municipal foi insensível à proposta alternativa apresentada pela CDU no sentido de aliviar a carga fiscal sobre as famílias do Concelho, decorrente da cobrança do IMI.

No Concelho, tal como no País, as famílias vêm-se obrigadas a suportar e pagar a insensibilidade social da maioria PS!

Os eleitos da CDU votaram igualmente contra a Taxa de Direitos de Passagem, que vai de novo recair sobre os munícipes, em vez de ser paga pelos operadores de telecomunicações.

Ler proposta alternativa apresentada pela CDU (pdf)
 
 
 

 

 

 



 

CDU LOURES 2007