Em comunicado à população, a organização da CDU na freguesia de Fanhões faz um balanço de 7 anos do executivo PS na Junta de Freguesia.

As primeiras conclusões conduzem a um facto evidente, após 3 décadas de grande desenvolvimento os últimos anos foram marcados por uma forte perda de dinamismo cultural, desportivo e social, ou seja, Fanhões vive anos de estagnação. A própria perspectiva de extinção da freguesia tem sido conduzida de forma leviana pelo executivo PS, impondo mesmo obstáculos a manifestações públicas da CDU em defesa da freguesia. Os motivos da estagnação são vários, mas as decisões políticas tomadas pelo executivo PS foram fulcrais para a freguesia ter chegado a esse estado.

Ler comunicado em PDF »»

Share/Save/Bookmark
 

Passaram 7 meses desde as últimas eleições autárquicas e as infra-estruturas que então surgiam como fundamentais para a Freguesia de Fanhões estão em banho-maria. É o caso do Cemitério de Fanhões e da Casa Mortuária de Ribas, com obra lançada (no primeiro caso) e iniciada (no segundo caso) mas que actualmente se encontram completamente parados. Importa relembrar que as necessidades da população da Freguesia de Fanhões, nessa altura, são as mesmas de hoje e que há mais vida para além da campanha eleitoral.

Share/Save/Bookmark
 

Ambiente e qualidade de vida são dois conceitos indissociáveis e que devem fazer parte da agenda dos principais órgãos autárquicos, tendo como objectivo não só a sustentabilidade das comunidades locais mas também a resposta às alterações climáticas. Nas freguesia de Fanhões temos observado nos últimos anos uma atitude de alheamento nesta área, que se reflecte na ausência da limpeza dos rios ou na falta de manutenção dos espaços verdes da freguesia. O caso dos rios revela-se de especial importância, uma vez que cada vez mais estamos expostos a episódios climáticos extremos com períodos de chuva curtos e muito intensos, onde é importante um eficiente escoamento da água, prevenindo a possibilidade de existência de danos materiais das populações junto às margens dos ribeiros.

Share/Save/Bookmark
 

Mais uma vez, o Executivo da Junta de Freguesia, que se diz socialista, recusou festejar esta data histórica para o povo. A população ficou assim privada de, na sua terra, relembrar Abril e honrar aqueles que tornaram possível a obtenção da Liberdade!

Porque, um povo que evolui não deve apagar a sua História, neste 36º Aniversário da Revolução dos Cravos, os autarcas da Freguesia de Fanhões, eleitos pela CDU, entendem ser cada vez mais actual o grito:

25 de Abril Sempre!
Fascismo nunca mais!

Share/Save/Bookmark
 
Mais artigos...

SIGA-NOS NO FACEBOOK

No images

SAIU O AVANTE

No images

FESTA DO AVANTE

No images

ADERE AO PCP

No images

NEWSLETTER



Receber em HTML?

PROCURAR NA PÁGINA